Rio Verde, 21 de Fevereiro de 2014
AÇÃO DE COLETA E ENVIO DE LIXO ELETRÔNICO PARA RECICLAGEM
 

Visando atender algumas demandas de encaminhamento ambientalmente correto para resíduos eletrônicos de algumas empresas e instituições de nossa cidade, dia 11 de Fevereiro de 2014, por meio de mais uma grande ação foi enviado: (monitores, cpu, impressoras, mouses, teclados, aparelhos de telefone, roteadores, máquina de escrever elétrica, cortadoras de papel, etc), foram enviados para o CDI- COMITE PARA A DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMÁTICA DE GOIÂNIA-GO.

 
Campeão Sociambiental Parceria:
O Campeão e você em Ação pelo Planeta Rinco

 

O Ponto de coleta foi no Campeão Supermercado Loja 02 do Bairro Popular e os resíduos coletados nos foram enviados para por: Campeão Supermercado Loja 01 Centro, Instituto Federal Goiano- Campus Rio Verde, Escola Pássaro Azul e Hebrom Informática.

 

 

 


 

Os Motivos de enviarem os resíduos:

Hebrom Informátiva: Segundo o proprietário a empresa se preocupa com descarte dos resíduos e com o meio ambiente, então é habitual a destinação correta.

Escola Pássaro Azul: A escola tem a consciência de que esse tipo de resíduos não pode ser descartado no lixo comum pois é prejudicial ao meio ambiente, e também quis que o resíduo fosse reaproveitado.

IFG – Rio Verde: O Instituto tem normas que determinam a destinação correta dos resíduos.

Já por parte do Campeão Supermercados este tipo de ação faz parte das várias atividades do programa socioambiental.

O lixo eletrônico possui uma série de substâncias prejudiciais para o meio ambiente e para os seres humanos e seu descarte feito nos lixões podem contaminar o solo, água do subsolo e a atmosfera.

Aproximadamente 94% dos materiais contidos nos aparelhos eletro eletrônicos podem ser reciclados, por isso a importância desse trabalho.

Como os envolvidos vem esse tipo de iniciativa do Campeão Socioambiental:

Hebrom Informática: Necessária, importante e fundamental, mas que deveria ser uma obrigação do governo.

Escola Pássaro Azul: A Escola acha uma atitude excelente, pois na cidade não há nenhum órgão responsável em resíduos dessa classe que se interesse com a destinação correta.

IFG – Rio Verde: O Instituto parabeniza essa atitude de responsabilidade e preocupação com o meio ambiente e gostaria que todas as empresas se espelhassem nessa atitude.

O CDI – Comitê de Democratização da Informática:

O CDI, trata-se de uma ONG apartidária, que utiliza as tecnologias da informação e da comunicação para melhorar a qualidade de vida da população de base da pirâmide e fomentar o exercício pleno da cidadania.

Hoje com 18 anos, o CDI usa a tecnologia para estimular o empreendedorismo e a cidadania, por meio de seus 780 espaços de inclusão digital existentes no Brasil e no mundo. Nesse período, esse trabalho já impactou mais de 1,54 milhão de vidas. Atualmente, a ONG está presente em 13 países: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, México, Peru, Portugal, Uruguai e Venezuela.

A Rede CDI estende-se aos lugares mais remotos do Brasil e da América Latina, beneficiando pessoas de diferentes faixas etárias, culturas, raças e etnias.

Seu proposito é formar agentes de transformação CDI para empoderar comunidades para desenvolvimento social e econômico, mobilizando pessoas e transformando comunidades através da tecnologia de informação e comunicação para maior cidadania e qualidade de vida.

O lixo eletrônico doado para organização CDI é separado e analisado conforme seu estado de conservação reutilizando as peças que funcionam e e caminhando as demais peças para empresas de reciclagem.

O material reaproveitado e disponibilizado para as instituições da ONG.